• Av. Prefeito Osmar Cunha 183 | Ceisa Center, Sala 711 A - Centro.
  • atendimento@gicondominial.com.br
  • (48) 3024-2037 | 3030-0037 | 99160-9889

As maiores causas da inadimplência

  • Home / As maiores causas da inadimplência

As maiores causas da inadimplência

Muitos condomínios enfrentam o problema da inadimplência no seu cotidiano. Nenhuma novidade até aí, mas você sabia que entender as causas deste problema pode te ajudar a diminuir a taxa de inadimplência condominial? Vamos mostrar para você como entender, identificar e driblar os fatores que fazem alguém atrasar um pagamento.

O retrato da inadimplência

Para começar é preciso entender a inadimplência no Brasil. O brasileiro não tem uma educação financeira de base sólida. Todo mundo adora uma compra parcelada, e muitos são os que gastam descontroladamente, contando com o que irão ganhar. Tanto que a maior causa da inadimplência no Brasil são os bancos e o cartão de crédito, ou seja, o famoso “gastar para pagar depois”.

Mas o dado mais importante para nós é a segunda causa do gráfico. As contas domésticas correspondem a 17,9% da inadimplência. Ou seja, na hora de ter que deixar de pagar alguma conta, o brasileiro costuma eleger depois dos bancos, as contas domésticas para atrasar. E nesse bolo entra a taxa condominial.

Os motivos que levam à inadimplência

1. Crise – A crise da economia do Brasil começou em 2014, mas se estende até hoje. Os reflexos dos efeitos da recessão estão em todos lugares. O que muita gente não entendeu é que o motivo que levou o país a maior recessão da sua história, são os mesmos (lógico que em proporções menores) de quem está inadimplente, ou seja, descontrole das contas e falta de planejamento.

Como resolver este problema? – Com crise econômica a palavra de ordem sempre será economia. Você vai precisar apertar o cinto sim, e eliminar gastos e despesas fixas que você consegue viver sem. E nesse sentido o ideal é que você não siga os mesmos passos dos governantes, tenha como prioridade suas contas domésticas, pagando sempre em dia. Isso vale tanto para os moradores, quanto também para o síndico que precisa estar atento e sempre revisando se nenhuma despesa do condomínio está em excesso.

2. Desemprego – Uma das principais causas da inadimplência é o desemprego (reflexo da crise) que diminui a renda das famílias. O desemprego faz inclusive, com que trabalhadores aceitem outros empregos, mesmo recebendo menos, apenas para não ficar de fora do mercado de trabalho. E a matemática é simples: menos dinheiro no orçamento é igual a falta de recursos para pagar as contas.

Como resolver este problema? – Infelizmente o desemprego é um dos piores problemas para se resolver. A solução só é completa com a recolocação do profissional com um salário que pague suas contas. Para o desempregado o ideal é se planejar com o seguro desemprego e com a quantia que recebe em uma rescisão. Somar esta quantia e dividir por no mínimo 5 meses. Pagar as contas prioritárias e também realizar cortes no orçamento. Além disso, ao mesmo tempo em que começa a busca por um novo emprego, é preciso encontrar fontes de rendas alternativas com trabalhos temporários ou os famosos “bicos”. No condomínio o melhor jeito é ser transparente, explique sua situação ao síndico para que este possa se programar. Ao síndico vale sempre informar as causas da inadimplência da dívida condominial e procurar alternativas para não deixar de receber este valor. O momento é delicado, mas nenhum lado pode sair perdendo nestes casos.

3. Falta de Planejamento – A maioria dos problemas financeiros da humanidade sumiria de uma hora para a outra se as pessoas passassem a observar e seguir uma única regra em suas vidas: viver conforme suas possibilidades. Entretanto, o que mais vemos são pessoas extrapolando seus limites financeiros e, pior, muitas sequer têm noção disso. Desequilíbrio financeiro causa desnutrição financeira, que causa perda de reservas financeiras e, posteriormente, endividamento. É a consequência objetiva e mensurável que conseguimos enxergar em nosso extrato bancário e em nossas contas.

Como resolver este problema?

Planejamento é essencial para todo mundo. E neste caso tanto para o morador quanto para o síndico. Você precisa acompanhar, diariamente, as suas receitas e despesas. Entenda, quanto mais controlarmos as variáveis que envolvem o nosso sucesso financeiro, menos dependeremos da sorte para alcançar os nossos objetivos.

Como você viu as causas da inadimplência podem ser inúmeras e muitas delas são até difíceis de identificar. Todos nós temos problemas pessoais tão diferentes que o motivo que faz alguém atrasar um pagamento pode não estar nas estatísticas. Por isso é muito importante encontrar alternativas que façam você ter tranquilidade na hora de qualquer imprevisto. Economize, tenha suas reservas e esteja sempre preparado para se adaptar às novas situações.

Leave Comments

×
Olá 👋Precisa de ajuda?