• Av. Prefeito Osmar Cunha 183 | Ceisa Center, Sala 711 A - Centro.
  • atendimento@gicondominial.com.br
  • (48) 3024-2037 | 3030-0037 | 99160-9889

A importância de gerir o Fundo de Reserva com eficiência

  • Home / A importância de gerir o Fundo de Reserva com eficiência

A importância de gerir o Fundo de Reserva com eficiência

O síndico de um condomínio possui diversas atribuições e responsabilidades, mas a suas atividades estão baseadas em um mesmo princípio: representar os interesses da maioria dos condôminos. Com base nisso, é fundamental que o síndico não tome qualquer decisão sobre o condomínio sozinho e de acordo apenas com a sua própria opinião. Para isso existem as assembleias, que devem ser realizadas sempre com todos os condôminos e representantes com o objetivo de tomar decisões importante e em conjunto sobre o condomínio.

 

O fundo de reserva do condomínio, por exemplo, não pode ter sua destinação alterada apenas por decisão do síndico. Infelizmente é bastante comum a arrecadação mensal do condomínio ser inferior aos custos do mês e o fundo de reserva ser utilizado para cobrir os gastos. No entanto, para resolver esse tipo de situação é essencial que o síndico convoque uma assembleia e decida juntamente aos demais moradores do condomínio se o dinheiro do fundo de reservas será utilizado para essa finalidade.

 

O déficit mensal, diversas vezes pode estar relacionado a má gestão financeira do condomínio. Isso ocorre algumas vezes por falta de conhecimento na área ou por alguns detalhes importantes que podem fazer total diferença para a receita do condomínio, como o alto percentual de inadimplência, por exemplo.

 

O que fazer para resolver o déficit?

Cabe ao síndico junto a comissão administrativa e os demais moradores, buscar as melhores alternativas para resolver esse problema. O problema deve ser percebido e analisado desde cedo para que não se agrave. Por isso, no momento em que o síndico perceber que o valor mensal recolhido pela taxa condominial não cobrirá os custos do condomínio, deve ser convocada uma assembleia imediatamente para discutir a melhor forma  de resolver essa questão, evitando que o condomínio tenha maiores prejuízos.

 

Algumas medidas emergenciais podem ser tomadas para diminuir os gastos no condomínio e colaborar para a melhora da atual situação. O síndico pode realizar campanhas de conscientização de gastos de energia elétrica e de água, por exemplo. Algumas mudanças de hábitos podem colaborar nesse aspecto, como substituir o uso das mangueiras por vassouras, reduzir o tempo que as lâmpadas das áreas comuns permanecem acesas.

 

Outra forma de economizar é realizar pequenos planejamentos e orçamentos de gastos com materiais de limpeza, estipulando um limite para o gasto com esse tipo de material. Além disso, a compra e a utilização do material deve ser monitorada de perto para evitar desperdícios e extravios.

 

Evite a inadimplência

Para acabar com os problemas de déficit no fundo de reservas do seu condomínio nada melhor que solucionar de vez uma das maiores causas da questão: a inadimplência. Condôminos inadimplentes podem comprometer e muito as finanças de um condomínio, causando grandes despesas caso não haja uma boa administração nesse aspecto. Para evitar transtornos, como pagamentos de cotas extras, despesas com processos judiciais e ainda conflitos com os moradores inadimplentes a melhor solução é a contratação de uma empresa especializada em gestão de inadimplência.

 

Dessa maneira a cobrança será realizada de forma eficaz, colaborando diretamente para a diminuição dos efeitos negativos causados pela inadimplência no caixa do condomínio. Na  GI Condominial o condomínio também conta com receita garantida, ou seja, a antecipação das cotas condominiais independente do pagamento das taxas pelos condôminos, resolvendo de uma vez por todas os problemas de déficit de caixa. 

Leave Comments

×
Olá 👋Precisa de ajuda?