• Av. Prefeito Osmar Cunha 183 | Ceisa Center, Sala 711 A - Centro.
  • atendimento@gicondominial.com.br
  • (48) 3024-2037 | 3030-0037 | 99160-9889

7 inspeções que um síndico não pode esquecer de fazer

  • Home / 7 inspeções que um síndico não pode esquecer de fazer

7 inspeções que um síndico não pode esquecer de fazer

Uma das grandes preocupações de um síndico é operar na manutenção do condomínio. Fazendo a manutenção de maneira correta, podem ser evitados diversos tipos de acidentes. Além disso, a manutenção garante o bem-estar e a segurança de todos os condôminos do prédio. Mas, atuar nesse tipo de trabalho não é nada fácil, é preciso dar atenção a muitos detalhes e cuidados para não esquecer de nada.

 

Toda forma de inspeção é muito importante para a manutenção, porém, algumas são extremamente fundamentais para o bom funcionamento do condomínio e também para garantir o bem-estar de todos. Por isso, para o nosso post de hoje listamos alguns cuidados com a manutenção que você, síndico, não pode esquecer. Acompanhe:

 

1- Inspeção do para-raios

 

A inspeção do para-raios deve ser realizada no mínimo uma vez ao ano e é dever do síndico providenciá-la. Para isso, é preciso procurar e contratar uma empresa especializada e habilitada, assim, essa empresa poderá fazer a inspeção e emitir um laudo. Além disso, a empresa também disponibiliza um documento chamado ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

 

2-  Inspeção do gás

 

Com certeza você já ouviu falar sobre algum acidente grave envolvendo vazamento de gás dentro de apartamentos. Para evitar esse tipo de situação, a central de gás e todos os ramais devem passar por uma inspeção. A central de gás deve ser verificada durante a manutenção do condomínio pelo menos uma vez por ano e os ramais a cada três anos. A empresa responsável pela inspeção deve emitir um laudo e também a ART. Vale ressaltar que caso você note alguma mudança brusca na conta de gás, há sinal de vazamento. Se esse for o caso, realize uma inspeção mais cedo e peça para que todos os moradores permaneçam atentos a qualquer sinal fora da normalidade.

 

3- Inspeção dos elevadores

 

Assim como é feito com os para-raios, o elevador também necessita ser inspecionado e conservado por uma empresa especializada e habilitada. Essa empresa irá emitir o RIA (Relatório de Inspeção Anual) e também a ART. É importante verificar  se a empresa contratada para o serviço possui cadastro no Contru (Departamento de Controle do Uso de Imóveis) antes de fazer a manutenção dos elevadores.

 

4-  Inspeção do Corpo de Bombeiros

 

Para manter o condomínio prevenido contra incêndios, é preciso que o Corpo de Bombeiros realize uma inspeção no condomínio. A periodicidade desta vistoria depende muito do estado onde você mora, aqui em Santa Catarina, por exemplo, a vistoria de manutenção do condomínio deve ser feita anualmente. Após verificar todos os extintores, mangueiras, placas de sinalização, alarmes, entre outros itens, o Corpo de Bombeiros irá emitir um documento chamado AVCB ( Auto Vistoria do Corpo de Bombeiros). Vale lembrar que os extintores possuem prazo de validade e você, síndico, precisa conferir para deixá-los sempre em dia.

 

5- Inspeção do sistema elétrico

 

O sistema elétrico também faz parte dos itens mais importantes para a manutenção do condomínio. É preciso ficar atento e realizar uma inspeção semestral, verificando o fio terra, o sistema de aterramento e o mau contato. Esse procedimento também deve ser feito por uma empresa habilitada que fornecerá um comprovante que deve ser armazenado junto aos demais.

 

6- Inspeção da caixa d’água

 

É obrigatório fazer a limpeza da caixa d’água e esse procedimento deve ser incluído na manutenção do condomínio. Aqui também, cada estado tem sua periodicidade em lei. Em Santa catarina, assim como em São Paulo e Rio de Janeiro, a periodicidade é de 2 vez por ano e após a limpeza, é preciso realizar laudo de análise bacteriológico da água nas caixas. Verifique sempre o que diz a lei do seu estado. Nesse caso também é preciso chamar um profissional especializado, já que, evitará que a sujeira caia no sistema de tubulação ou que ocorra outros problemas. Depois a água deve passar por alguns testes de laboratório para atestar a sua qualidade.

 

7-  Inspeção dos portões, alarmes e interfones

 

A inspeção e manutenção dos portões, alarmes e interfones deve ser realizada por uma empresa que ofereça um atendimento rápido e de qualidade para esses sistemas. Afinal de contas, são esses aparelhos que garantem a segurança de todos os moradores do condomínio. Sugere-se a inspeção preventiva (operacional) a cada 2 meses.

Leave Comments

×
Olá 👋Precisa de ajuda?