• Av. Prefeito Osmar Cunha 183 | Ceisa Center, Sala 711 A - Centro.
  • atendimento@gicondominial.com.br
  • (48) 3024-2037 | 3030-0037 | 99160-9889

5 Dicas para tornar o condomínio mais sustentável

  • Home / 5 Dicas para tornar o condomínio mais sustentável

5 Dicas para tornar o condomínio mais sustentável

A preocupação com a sustentabilidade, atualmente, vai muito além da economia, passou a ser uma necessidade. Este tema vem cada vez mais ganhando espaço em todos ambientes, tornando as pessoas muito mais conscientes em relação aos cuidados com o meio ambiente.

 

Os condôminos também se incluem nos grupos de pessoas que estão aderindo a sustentabilidade como forma de economia e conscientização. Para que o condomínio colabore para essa causa da melhor forma possível é necessário contar com uma gestão ambiental, que leve a sério e trate com cuidado esse assunto.

 

Para ajudar nessa tarefa, selecionamos algumas ações simples que podem fazer toda a diferença e gerar muitos benefícios econômicos e ambientais ao condomínio e ao planeta.

 

1- Coleta seletiva de lixo

 

O primeiro passo para colocar a coleta seletiva de lixo em prática é conscientizar todos os condôminos. Para isso, uma dica é distribuir informativos contendo instruções de como separar corretamente o lixo reciclável e, também, realizar palestras para todos moradores.

É importante ressaltar que o condomínio também deverá estar preparado para receber o material, para issocoletores de lixo reciclável devem ser instalados o mais breve possível. Outra dica que pode fazer a diferença é o condomínio estabelecer uma parceria com alguma empresa especializada em reciclagem para realizar o recolhimento e tratamento do lixo, isso poderá ocasionar até mesmo retorno financeiro ao condomínio.

 

2- Descarte correto do óleo de cozinha

 

O descarte incorreto do óleo de cozinha ocasiona grandes prejuízos ao meio ambiente. Por isso, a conscientização do descarte correto do óleo é outra ação que deve ser realizada pelo condomínio.

Após frio, o óleo deve ser armazenado em garrafas PET e o condomínio deve estabelecer um local para coleta desse resíduo. Para colocar essa ação em prática o ideal, também, é estabelecer uma parceria com empresas que façam recolhimento e tratamento desse tipo de material.

 

3- Instalar lâmpadas de LED

 

Além de todos os benefícios que proporciona ao meio ambiente, a instalação ou substituição das lâmpadas comuns por lâmpadas de LED oferecerá muita economia ao condomínio.

Inicialmente, o investimento pode sair um pouco alto, porém, é rapidamente recuperado e compensado pelo valor da economia da conta de energia elétrica.

 

4- Instalar sensores de presença

 

A instalação de sensores de presença nos elevadores, escadas e demais áreas comuns do condomínio, evitará que a luz permaneça acesa 24 horas e, além disso, contribuirá muito para a economia de energia, pois a luz só será acionada quando alguém estiver utilizando o ambiente.

 

5- Controle hidráulico

 

Para evitar o desperdício hidráulico e manter uma boa gestão ambiental, também é necessário manter uma inspeção hidráulica contínua no condomínio. Para isso, o relógio de controle de consumo deve ser verificado todos os dias em busca de alterações. Além disso, devem ser observados e resolvidos rapidamente quaisquer tipos de vazamentos seja no interior dos apartamentos ou nas áreas comuns do condomínio.

 

Essas foram algumas dicas para iniciar uma boa gestão ambiental no condomínio. Para colocar essas ações em prática cabe ao síndico e aos condôminos promoverem as soluções de forma correta sempre objetivando a economia e a consciência ambiental.

Comentários Recentes

  • Mauricio Fernandes Rebello

    Boa tarde, Gastei da matéria e agradeceria se me tornassem um endereço utilizado com matérias interessantes…..

  • Mauricio Fernandes Rebello

    Ótimo……

Leave Comments

×
Olá 👋Precisa de ajuda?